terça-feira, 6 de junho de 2017

Resenha: DUFF, Kody Keplinger

Título: DUFF
Título Original: The Duff
Autora: Kody Keplinger
Editora: Globo Alt
Páginas: 328
Compre: Amazon | Saraiva
Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush - o cara bonito, rico e popular da escola - que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.

Bianca nunca se importou muito com a opinião dos outros. Até seu arqui-inimigo, Wesley rush dizer que ela era uma DUFF (Designated Uggly Fat Friend), alguém que as pessoas usam para se detarcar mais, ou paracer mais bonita, entre outras coisas.
como ela sempre estava acompanhada por Casey e Jessica, suas melhores amigas, ela começa a se comparar com as meninas depois do que Wesley disse.

Além disso, apesar de odiar Wesley, os dois começam um relacionamento meio torto, para fugir dos próprios problemas, e ela se questiona do porquê ele iria querer ficar com uma DUFF.

Seria extremamente fácil soltar um spoiler aqui, então não vou falar muito sobre o enredo.


DUFF é um livro bem divertido, mas que também aborda temas como autoestima, conflitos da adolescência, problemas familiares, confiança, entre outras coisas.

O livro nos faz parar para pensar em como palavras podem abalar quem as ouve, e que não devemos nos prender aos padrões, há coisas mais importantes.
E ver o desenvolvimento da Bianca ao longo da história é bem interessante, como ela começa a ter uma visão diferente sobre as pessoas e me identifiquei com ela em alguns momentos.

A narrativa em primeira pessoa pela Bianca, é bem leve e fluída, e gostei bastante do livro.

Para quem não sabe, o livro virou filme, e em vários aspectos as histórias são diferentes, o film é mais leve e eu adoro!


4 comentários:

  1. Olá! Eu adorei essa capa e a premissa do livro, então, ele já está na minha estante aguardando para ser lido! Gosto bastante de histórias adolescentes que abordem esses conflitos, principalmente relacionados a aparência, amizade e relacionamentos em geral. Quero ler em breve!
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Angélica
    Gostei muito da sua dica. Gosto de livros assim, que abordam alguns temas, mas sempre com um tom divertido. Além de gostar quando uma protagonista amadurece. Se não ler, vou procurar pelo menos o filme.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro nem sabia que tinha virado filme! Vou procurar saber sobre o filme...
    O enredo não me atraiu tanto, mas com sua resenha, acho que para um filme, eu veria sem problemas. O ruim é que não é muito fiel ao livro como disse e o final é diferente... Mas acho que se eu curtir o filme, quem sabe eu não pulo para a leitura?! :D
    vou anotar a dica!! Obrigado!!
    beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Confesso que acha a capa desse livro mega estranha e até antes de ler sua resenha não sabia do que se tratava a história. Amei saber que o livro é leva apesar de abordar assunto bem pesados.
    Bjs!!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © A. Libri | Layout e personalização por VR Design