Caixa de Correio: Junho {2015}

Olá pessoal!

Hoje é dia de caixa de correio, apesar de ter pelo menos 5/6 resenhas para postar, e acho que farei isso essa semana.

Mas vamos ao que interessa no post de hoje, e não recebi muita coisa e esse mês me controlei e comprei apenas 2 livros, uhull!


Recebido da Novo Conceito:

Veio esse marcador e um fone de ouvido dentro dessa caixinha, que nem sei onde está pois minha irmã surrupiou hahaha!
O blog não é parceiro, mas mesmo assim eles enviaram a cortesia por eu ter postado as impressões do livreto que foi enviado em março.

Recebidos da Editora Arqueiro:



Esses foram a primeira remessa, dos lançamentos de maio que chegaram apenas este mês.
Vieram bottons, marcadores, um porta livro, um cartão postal! Amei tudo!




Essa foi a segunda remessa, lançamentos de junho que chegaram ontem, e estou babando até agora nesses mimos lindos, vieram mais bottons, caixa personalizada, esses imãs para colocar fotos e marcadores!

Recebi da Butterfly Editora:


Esse livro de colorir é muito amor, e esses marcadores eu amei!

Comprei:


O Homem que Calculava é um livro que amo, ganhei quando tinha 16 anos, emprestei e nunca mais vi (por isso não empresto pra qualquer um), achei num sebo esses dias e nõ pude deixar de comprar, é claro.
Não Pare! eu ia esperar alguma promo pra comprar pois já li o e-book, mas a Fml Pepper esteve em Campinas e não pude deixar de comprar para ter o meu autografado, acho que vou fazer um post especial dele pois a edição está muito linda, veio também o botton, mas organizada omo sou, perdi no quarto, rs.


E aí, já leram algum desses, me contem o que acharam!

Beijos!








Resenha: Vou Te Contar Por Que Estou Solteira, Simone Lemos

Título: Vou te contar por que estou solteira
Autora: Simone Lemos
Editora: Chiado Editora
Páginas: 221
O que acontece quando uma mulher que chegou solteira aos 30 resolve que precisa se casar? No caso de Maitê, muita confusão e situações hilárias. Quando Maitê percebe que todas as suas amiga estão se casando mas que ela continua presa a um relacionamento sem futuro com o sedutor Leo, decide que devorar livros de autoajuda sobre relacionamentos será o caminho mais rápido para o altar. Só que na pressa de se ver casada, ela acaba comprando títulos demais, misturando o que os livros estão dizendo e assim trocando os pés pelas mãos. Ela só não imagina que enquanto planeja sua armações, o destino já havia planejado algo bem melhor para ela.

Vou te contar por que estou solteira é  um divertido chick-lit, que trás a história da Maitê, uma mulher de 30 anos, independente, tem um bom emprego, mas não é isso que ele sempre sonhou para sua vida, seu sonho sempre foi chegar aos 30 casada, com dois ou três filhos.
Mas não é isso que aconteceu na sua vida, e ela decide que precisa casar, de qualquer jeito.
Para tentar alcançar seu tão sonhado objetivo, ela resolve comprar alguns livros de autoajuda, e decide que irá treinar as técnicas com Leo, um colega de trabalho com quem ela vive flertando.
Quando as técnicas começam a surtir efeito, ela e Leo começam um relacionamento um tanto vazio, já que o que existe entre eles é basicamente sexo.
Empolgada, Maitê resolve comprar mais um monte de livros de autoajuda e começa a fazer algumas loucuras para tentar fisgar o Leo de vez, mas com o passar do tempo ela percebe que ele pode não ser o cara que ela quer para sua vida, e alguns acontecimentos a fazem questionar o que está fazendo da vida.

Será que o Leo toma jeito? Será que a Maitê abre os olhos sobre  o cafajeste que ele é?
Só lendo pra saber hahaha!
Ele me olha com uma expressão de total estranhamento. Ótimo, Maitê. Grande plano. Siga o cara e o assuste. Aquilo não estava indo como eu queria. Deixa eu tentar reverter a situação trazendo algo interessante para a conversa.
Essa não é uma história surpreendente e cheia de reviravoltas. É um livro muito divertido, ideal para quem quer dar boas gargalhadas, pois foi isso que aconteceu comigo (estava no caro com meu pai, minha irmã e minha mãe, porque sou dessas que lê no carro, e comecei a rir alto e minha mãe brigou comigo =/).

A Maitê é totalmente pirada, e tem duas melhores amigas igualmente loucas A Angélica (minha xará) e a Babi, que aparecem algumas vezes e sempre a apoiam, mesmo que o apoio venha em forma de sermão.
Cada personagem secundário além das amigas tem seu papel importante no desenrolar da trama e contribuem de alguma forma para o amadurecimento da Maitê.

A narrativa é feita em primeira pessoa pela Maitê, e a sensação que dá é que ela é uma amiga nos contando os babados da semana hahaha! Adorei a narrativa dessa forma.

A escrita da Simone é leve e fluída, li o livro em um dia e meio, só não li mais rápido porque era final de semana e a casa fica cheia.

Recomendo o livro se você quer uma leitura leve e divertida, as armações e planos mirabolantes da Maitê são bem engraçados e inusitados, mas não vou contar aqui pra não dar spoiler.

Beijos!

Lançamento Petit Editora: Enquanto houver, amor haverá esperança




Olá Pessoal!

Hoje é venho apresentar um lançamento da parceira Petit Editora!



Enquanto houver, amor haverá esperança
Autor Espiritual: Vinícius
Médium: Sarah Kilimanjaro
Enquanto houver, amor haverá esperança, romance psicografado por Sarah Kilimanjaro, de autoria do Espírito Vinícius, é uma história que fala de coragem, amor e superação; de duas vidas que se cruzam e duas atitudes muito diferentes diante do que a vida oferece. Conheça essa comovente história e saiba por que enquanto houver amor, haverá esperança!
Enquanto houver amor, haverá esperança conta a linda história de Erika e Maurício.
Vidas marcadas pela coragem, persistência e superação.
Erika, quando criança, sofre um grave acidente que a deixa paraplégica. Porém, com o amor dos pais, a dedicação dos médicos e a coragem, ela consegue superar suas limitações.
Maurício, por sua vez, é um famoso e admirado piloto de corrida. Mimado, tendo tudo nas mãos, cai no desânimo quando um acidente o deixa fora de seu “mundo ideal”.
São duas histórias que se cruzam, e com resultados diferentes. Conheça essa comovente história e saiba por que enquanto houver amor, haverá esperança!


Sarah Kilimanjaro é pedagoga, pós-graduada em Psicopedagogia, palestrante e psicoterapeuta na área de desenvolvimento pessoal, atuando no movimento espírita desde os seus catorze anos. Foi presidente da Sociedade Espírita Vicente de Paulo por várias oportunidades e vice-presidente da UME – União Municipal Espírita – órgão ligado a Federação do Rio Grande do Sul.
Sarah é casada, tem dois filhos e três netos, e reside na cidade de Bagé, Estado do Rio Grande do Sul.
Dentre suas obras publicadas, destacam-se os gêneros romance, crescimento pessoal, reflexão espírita e meditação.







Clique na imagem para participar do sorteio.

Beijos!

Resenha: Uma Curva No Tempo, Dani Atkins

Título: Uma Curva no Tempo
Título Original: Fractured
Autora: Dani Atkins
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Livro cedido pela editora parceira
A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona?
A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?
Na noite do jantar de despedida com seus amigos (Sarah e Jimmy, os melhores amigos, Matt, o namorado e Trevor, Phil e Cathy também fazem parte do grupo) antes de irem para a universidade, ocorre um trágico acidente, onde Rachel fica gravemente ferida e perde Jimmy, seu melhor amigo.
Cinco anos depois, depois que ela afastou todos que amava e leva uma vida solitária em Londres, ela meio que é forçada a voltar para sua cidade natal, onde tudo aconteceu.
Ela só não sabia o quão difícil seria lidar com os fantasmas do passado, encarar seus velhos amigos, a família de Jimmy, mas principalmente lidar com a falta que sente do Jimmy, ele sempre, desde crianças havia sido seu apoio, e mesmo quando ela começou a namorar o arrogante Matt, ele sempre esteve lá por ela. Mas tudo mudou, e ela não tem mais seu amigo.
Nunca me senti tão sem graça em toda minha vida. E vazia. Porque eu sabia que, em outra vida,se os dados houvessem rolado de outra forma, haveria alguém sentado àquela mesa de que não era assim.
Mas algo estranho acontece, e Rachel acorda no hospital, ainda 5 anos depois do acidente e tudo está diferente, seu pai que estava com câncer está misteriosamente curado, mas o mais perturbador é que Jimmy está vivo.
Rachel não entende como isso é possível, e acredita que ele é um fantasma, e conforme os dias vão passando, ela percebe que não é apenas um sonho ou ilusão, Jimmy milagrosamente está vivo.
Só que as coisas estranhas não param por aí, ela está noiva. De Matt. Que há muito tempo já não era seu namorado.


E todos acreditam que Rachel está com algum problema psicológico, pois ela não se lembra de nada dessa nova vida, somente da vida que vivia antes de acordar no hospital e dar de cara com todas essas estranhas novidades.
Só resta ela descobrir o que houve, o porquê de tudo estar diferente, e o motivo de somente ela se lembrar da outra realidade.


É basicamente isso, se eu falar mais vou dar spoiler.

Devo dizer que durante a leitura imaginei várias possibilidades, mas nada, nada mesmo havia me preparado para o final. Não sei se ando muito sensível, mas terminei a leitura em lágrimas, muitas lágrimas. No meio da rua. Que vergonha.

Eu me apeguei totalmente à Rachel, sofri tudo junto com ela, mas o personagem que mais me cativou foi o Jimmy.
A Sarah também é uma amiga e tanto para a Rachel, e os outros personagens exceto o pai da Rachel e o Matt não aparecem tanto, mas também não fazem falta.
Surgem no decorrer da buscada Rachel vários outros personagens interessantes, como a colega de trabalho, o segurança da empresa que ela trabalhava na primeira realidade.

O livro é narrado em primeira pessoa pela Rachel, o que nos faz sentir com ela toda a angústia e confusão sobre tudo que está acontecendo. A narrativa assim foi perfeita.
A escrita da Dani é muito fluída, e apesar de todos os questionamentos da Rachel, a leitura não fica monótona em nenhum momento. 

A diagramação do livro está simples, as folhas são amareladas, mas até eu que não sou tão ligada em capas me apaixonei por essa capa, achei ela totalmente encantadora!




E a Editora Arqueiro mais uma vez me fazendo feliz. Esse botton lindo veio junto com o kit que mostrarei na caixa de correio.

Beijos!



Parceria com a loja Mimos da Rê

Olá pessoal!

Essa semana fechei a primeira parceria do blog com uma loja, que é a Mimos da Rê!


Ela vende aqueles marcadores super fofos de pezinhos!







Um mais lindo que o outro né? E como fã da Carina Rissi estou apaixonada por esse do All Star vermelho hahaha!

Contatos: SITE | FACEBOOK


E fiquem de olho que em breve terá sorteio!!!

Beijos!

Parceria: Ana Beatriz Brandão

Olá pessoal!

Hoje trago uma super novidade, que é a parceria com a linda da Ana Beatriz Brandão!
Nem preciso dizer que estou mega feliz né? Além de ser uma querida, a Ana tem um talento inquestionável!

Um pouco sobre a Ana...

Ana Beatriz Brandão é uma das autoras mais promissoras da nova literatura brasileira. Com apenas 15 anos, a paulistana já tem mais de 10 livros escritos. Em julho de 2014, ainda com 14 anos, Ana publicou o primeiro livro, a ficção Sombra de um anjo, que em menos de três meses teve todos os exemplares vendidos e, em pouco tempo, a jovem escritora passou a ter uma fiel legião de fãs, os quais ela chama carinhosamente de “anjinhos”. O rápido sucesso levou a autora para o primeiro evento literário, a 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Para surpresa de todos, o livro foi apontado por grandes portais, entre eles UOL e IG, como uma das principais obras de literatura fantástica do evento. A mídia televisiva também se encantou com o precoce talento de Ana Beatriz, tanto que o jornal SBT Brasil fez uma reportagem especial contando um pouco sobre a breve e promissora carreira da escritora. Com tanto talento e com o sucesso iminente, ela com certeza teria portas abertas em grandes editoras, e foi o que aconteceu. A Novo Século – conhecida por trazer para o Brasil os livros da Marvel, importantes obras biográficas, além de ser a casa do escritor André Vianco, consagrado autor de literatura fantástica – resolveu investir na autora e assinar um contrato longo. A editora vai publicar a segunda edição de Sombra de um anjo, primeiro sucesso da autora, e também o próximo livro, o terror Caçadores de almas. Agora com 15 anos, a escritora pensa em dar continuidade as atividades como escritora e marcar seu nome entre os grandes da literatura brasileira. Além disso, a autora também preserva um grande sonho, que é se graduar em cinema e transformar os livros dela em filmes. Antes disso, Ana Beatriz que é uma excelente aluna, vai concluir o ensino médio e continuar escrevendo e publicando mais obras para o delírio dos seus “anjinhos”.

Os livros da Ana:

Um grupo de jovens unidos por um juramento. Uma garota resgatada de um ritual de magia negra descobre que carrega a chave que abrirá o portal para o inferno. Um rapaz misterioso, condenado a vagar pelo mundo caçando aqueles dos quais um dia foi aliado. Unidos, tentam livrar a Terra dos que querem passar para este lado. Serão eles capazes de superar seus piores medos e vencer essa guerra?










Era necessário que a balança entre o bem e o mal estivesse equilibrada. E, para evitar que o nosso mundo fosse destruído pela ganância e pela sede de poder de Lucian, foi forjada uma arma capaz de decidir o destino da humanidade. Um corredor escuro, uma garota e uma voz misteriosa, sombras avançando em sua direção e, em um piscar de olhos, uma multidão de pessoas mortas a observando pacientemente, como se esperassem algo: é assim que vive Samantha Lyterin, uma garota aparentemente normal, mas assombrada por vultos e visões do futuro. Ela se vê de uma hora para a outra destinada a manter o equilíbrio em uma guerra em que de um lado estão os anjos, querendo proteger a humanidade, e, do outro, sombras que buscam incansavelmente a arma que permitiria a ascensão de Lucian. 

Caçadores de Almas é o último lançamento, e Sombra de Um Anjo está na segunda edição, com capítulos novos e final alternativo!

Tem resenha do SDUA no blog (a primeira edição), clique AQUI para ler.

Fique por dentro das novidades:

Canal do YouTube
Página do livro Caçadores de Almas
Página do livro Sombra de um Anjo

Beijos!

Resenha: Xeque-Mate, Dill Ferreira

Título: Xeque-Mate
Autora: Dill Ferreira
Editora: Modo Editora, selo Genérico
Páginas: 316
SKOOB
Livro cedido pela autora parceira
Depois de conhecer o belo e misterioso Marcus, no badalado Carnaval carioca, e ser abandonada por ele, Thaissa retoma sua rotina carregada de boas lembranças e um desejo intenso de algo que ficara inacabado e a atormentava constantemente. Enquanto tentava, sem sucesso, esquecer-se das carícias e dos beijos que partilharam surge a sua frente o novo sócio da empresa de seu pai. E ele é nada mais nada menos que Marcus, o homem que tumultuava seus pensamentos. Começará aí um jogo de paixão, luxúria, mágoa e intrigas. Em que o destino, usando de suas artimanhas, lhes colocará frente a frente para o confronto final. Onde vencerão juntos, ou ambos sairão perdedores. Quem será o grande vencedor nesse jogo de amor?

Em Xeque-Mate iremos conhecer Thaissa, uma goiana na casa dos 30 anos, bem resolvida pessoal e profissionalmente, que vai com alguns amigos passar o carnaval no Rio de Janeiro.
Ela só quer aproveitar a festa e toda a beleza dos desfiles, quando Marcus se aproxima, e encantada com a aura de mistério que o envolve, Thaissa não o dispensa como fez com os outros "pretendentes".
Depois de conversarem bastante, sem que Marcus revele muita coisa sobre si, e uma intensa troca de beijos e carícias, ele vai embora, deixando Thaissa um tanto frustrada.

Passado o carnaval, Thaissa e seus amigos retornam para Goiânia, e para a vida normal. Thaissa trabalha na Fênix, uma empresa de marketing onde ela e seu pai André são sócios, mas ela não imaginava que o destino iria lhe pregar uma peça, pois logo ela é informada que a empresa tem um novo acionista, e imaginem a surpresa dela quando descobre que o tal acionista é ninguém menos que Marcus, seu affair de carnaval.

Thaissa que já não conseguia esquecer os momentos que teve com Marcus no carnaval, fica ainda mais perturbada com a proximidade, mas ele é um homem muito diferente do que ela imaginava, assim começam as desavenças entre os dois, pois Marcus também teve uma impressão precipitada sobre a mulher que Thaissa realmente é.

Em meio a tudo isso, Thaissa ainda tem que lidar com a ambiciosa e venenosa Letícia, que foi amante de seu pai e que faz de tudo para feri-la.


Muitas reviravoltas acontecem, Marcus e Thaissa vão se conhecendo cada vez melhor, o entrosamento que houve no carnaval vai aparecendo timidamente, resultando algumas cenas bem calientes. Tem sexo também, mas nada estilo Sylvia Day, que a personagem pisca para o cara e eles já vão pra cama, sofá, carro, matinho. Não, em Xeque-Mate as cenas são mais suaves, a linguagem não é pesada. Eu diria que é até bem delicada a narrativa do sexo.

Não tive aqueeela conexão com os personagens, mas gostei bastante do desenvolvimento do romance, pois apesar da atração que aparece desde o momento em que eles se conhecem no carnaval, e dos arranca-rabo quando o Marcus aparece na empresa, não foi aquela coisa de te odeio agora mas em 5 minutos irei me apaixonar. Eles vão se conhecendo verdadeiramente e se rendendo aos poucos à paixão, passando pelos obstáculos que eventualmente surgem sem muito mimimi.

Na Thaissa não notei mudança durante o desenrolar da história (ela já era bastante madura), mas o Marcus se livrou de preconceitos, amadureceu bastante.

O livro é narrado em terceira pessoa, com o foco principalmente na Thaissa. Apesar de ter compreendido bem como o Marcus se sentia, eu gostaria de ter tido mais contato com ele, acho que foi o que faltou para ele ser meu próximo namorado literário, hahaha! 
E a narrativa é bem fluída, depois de um livro que me deixou de ressaca, e um que quase me matou com a protagonista mimizenta, Xeque-Mate veio para me salvar!

Quanto a diagramação está simples e bonita e a capa condiz com o livro (a moça tem as descrições da Thaissa).
Eu detesto pegar um livro com a protagonista morena e colocam uma loira na capa. Humpf!

E Xeque-Mate é um livro que nos mostra também que não devemos nos deixar enganar pelas aparências, ou primeiras impressões.




A Dill me enviou o livro autografado e marcadores também. os marcadores farei sorteio, só preciso criar vergonha na cara.

Curtam a página da Dill no facebook e acompanhem as novidades!



Beijos!

Resenha: O Segredo de Indie, Tara Taylor & Lorna Schultz Nicholson

Título: O Segredo de Indie
Título Original: Through Indigo's Eyes
Autoras: Tara Taylor & Lorna Schultz Nicholson
Editora: Butterfly Editora
Páginas: 296
SKOOB
Livro cedido pela editora
O que você faria para se encaixar em padrões estabelecidos?
Mais do que qualquer outra coisa, Indigo Russell anseia para se encaixar. E se ela não pode fazer isso, então ela vai se contentar em esconder-se no fundo, o que ela conseguiu fazer muito bem ao longo dos últimos anos. Para a maioria de seu colégio, o Ridgemont High, ela é apenas mais uma adolescente andando pelos corredores, rabiscando em seu caderno durante a aula, sem nunca levantar a mão. Um aluno médio. Isso é o que ela gostaria que você pensasse.
Mas Indie não é média; ela é diferente. Ela tem visões, e visões que lhe permitem ver o futuro. Somente sua família e sua melhor amiga, Lacey, sabem sobre isso. Mas quando ela vê o namorado de Lacey com outra garota, Indie tem de decidir se passa a confiar em seus instintos ou em suas amigas. Como ela se aproxima de John, um solitário e enigmático garoto, recém-transferido para sua escola, as visões se intensificam, ameaçando não só para alterar a vida dos outros, mas também expor seu segredo tão bem guardado até agora.
Em O Segredo de Indie, iremos conhecer Índigo Russell, uma adolescente que quer muito ser normal, mas está longe disso, pois ela tem visões do futuro, vê e conversa com fantasmas

Sua família sabe de seu dom, mas apenas sua mãe digamos, a apoia, seu pai e seu irmão são mais céticos, e sua melhor amiga Lacey também sabe do seu dom, pois depois de um evento ocorrido na infância, Indie percebeu que nem todos estão preparados para lidar com isso.

A história ocorre desde alguns meses antes da formatura do ensino médio, onde por causa de algumas visões vários mau entendidos irão acontecer, mas é nesses meses que ela inicia um namoro com o John, que é estranhamente obcecado por pessoas com o mesmo dom de Indie, e ela tenta esconder dele à todo custo suas visões.



O livro tinha tudo para ser muito bom, mas não foi.
Eu esperava que a Indie fosse uma personagem forte, mais madura por causa das visões apesar da pouca idade, mas não é.
Entendo ela não querer ter tais visões, e até entendo ela ter receio de dizer certas coisas, como não contar para a Lacey que o namorado a estava traindo, mas poxa vida, por mais que minha amiga fosse sofrer eu não iria querer ver ela com um traste.

Achei a Indie muito infantil, muito egoísta e bastante irritante. Como o livro é narrado em primeira pessoa pela própria Indie, sabemos TUDO o que ela está sentindo e ela passa um bom tempo choramingando, dizendo que queria tanto ser uma garota normal, e se questionando o porque de ela ter tais visões, achei um pouco exagerado e dramático. E por causa de todo esse drama e por causa das ações impensadas, alguém quase morre em certo momento.

O romance também não me convenceu, pois num momento o John mal olhava para a Indie, (ou ela era muito tapada e não percebia), e logo os dois começam a namorar, tipo BUM! Sei lá, pra mim não colou. E outra coisa que me deixou fula da vida, foi a forma que a Indie abandonou seus amigos e suas próprias vontades em função do namorado. Pelamor né? Homem tem em todo canto, aí a menina deixa de sair com as amigas, tocar na banda que ela tanto gosta só porque o fulaninho não quer? Não dá...aliás dá...é vontade de estapear a personagem.

Mas enfim, nem tudo no livro me desagradou. O final até que foi bom, pois a Indie teve certo amadurecimento (meio repentino mas pelo menos teve), e a trilha sonora eu AMEI! 
Também gostei do fato da Indie gostar de animais, e de como os cenários foram retratados, pois a história se passa no Canadá.



A capa do livro está bem bonita, e o relicário tem uma ligação com a história, e a diagramação está bem legal, apesar de simples.



O segundo livro ainda não foi lançado no Brasil, e não sei o que pode vir por aí, uma vez que O Segredo de Indie terminou de forma satisfatória, mas acredito que teremos uma Indie mais madura.

Beijos!








Resenha: Os Imortais de Meluha #Trilogia Shiva 1, Amish

Título: Os Imortais de Meluha
Título Original: The Immortals Of Meluha
Autor: Amish Tripathi
Editora: nVersos Editora
Páginas: 394
SKOOB
Livro cedido pela editora
Os Imortais de MELUHA, primeiro volume da Trilogia SHIVA, é mais um lançamento da nVersos Editora e marca o início da história de Shiva, um homem que viveu cerca de 4.000 anos atrás, cujas aventuras eram tão grandiosas que as pessoas começaram a pensar nele como um Deus. A terra de Meluha, criada por um dos maiores monarcas, Lorde Rama, é um império cercado de perigos e ameaças, como a extinção do rio Saraswati reverenciado pelo povo, e que agora está lentamente secando. Eles também enfrentam ataques terroristas devastadores vindos do leste, a terra dos Chandravanshis. Para complicar ainda mais as coisas, estes parecem ter se aliado aos Nagas, uma linhagem de verdadeiros guerreiros que vivem à parte da sociedade em razão de suas deformidades físicas. A única esperança para os Suryavanshis é uma antiga lenda: Quando o mal atinge proporções épicas, quando tudo parece perdido, quando parece que os teus inimigos triunfaram, um herói vai emergir. Shiva é um rústico imigrante tibetano ou realmente esse herói? E afinal, ele quer ser esse herói? Desenhado de repente ao seu destino, por dever, bem como pelo amor, vai Shiva levar a vingança Suryavanshi e destruir o mal? Este é o primeiro volume da trilogia sobre Shiva, o homem simples cujo carma o transformou em o Deus dos Deuses.

A história se passa por volta do ano 1900 a.C. e acompanhamos a jornada do jovem Shiva, que em apenas 21 anos de vida já viu e viveu muita coisa.
Líder da tribo dos Guna, ele vive com seu povo no Monte Kailash (Tibete) com seu povo, até que é convidado para partir para Meluha, onde terá uma perspectiva de vida melhor para si e sua tribo.
Como ele é um líder justo, ele deixa a escolha entre partir e ficar nas mãos da tribo, e por ser o líder que é, todos partem junto com ele nessa jornada.

Em Meluha ele se depara com o que parece ser a sociedade perfeita, onde cada um tem sua determinada função, e aparentemente ele também, pois após alguns eventos ele se descobre com uma misteriosa garganta azul e começa a ser reverenciado por todos os Suryavanshis (povo de Meluha).

Mas é nessa sociedade perfeita que ele também encontra Sati, seu grande amor, mas as leis do lugar impedem que os dois fiquem juntos.

Logo Shiva começa a se questionar se essa sociedade é tão perfeita assim, não só pelo ocorrido com Sati, mas porque ele começa enxergar várias injustiças.
Seu destino é muito maior que essas montanhas gigantescas.
Apesar de tudo o que ele considera errado em Meluha, Shiva que passou a amar Meluha, sabe que precisa lutar contra os Chandravanshis, que covardemente se uniram com os Nagas, um povo muito cruel.
A respiração de Shiva sumiu quando ele se deparou com sua própria vida o encarando de volta. Seu coração bateu num ritmo frenético; podia jurar que havia sentido sua fragrânca favorita no mundo: o aroma do Lago Sagrado ao pôr do sol. Como antes, ficou maravilhado.
Só quem leu esse livro sabe o quão difícil é resenhá-lo. A cultura da Índia é riquíssima, e desde que li a Saga do Tigre que eu queria conhecer mais. Eis que o blog se torna parceiro da nVersos, e quando foi lançado o segundo livro da trilogia, eles me enviaram o primeiro também para não ficar perdida na história.



Eu imaginava que seria uma boa leitura, mas não imaginava que fosse ser maravilhosa como foi. 

Como já disse, a cultura da Índia é muito rica, e ninguém melhor que um indiano para escrever sobre o assunto.

O livro trás muitas referências a outros deuses hindus, descrições incríveis sobre os templos, rios, paisagens, tudo!

Também fala sobre amizade, lealdade, e como as coisas podem não ser o que parecem.

Fala também sobre o amor, não um romance meloso, cheio de frescurites (não que eu não goste), um amor que vem de outas vidas, pois Sati e Shiva são duas metades de um todo, é lindo.

As guerras também são bem detalhadas, brutais, assim como a dança de Shiva é linda, pois além de guerreiro, Shiva também dança divinamente.

Shiva tem seus traumas do passado, coisas que aconteceram e deixaram marcas em quem ele é, um sentimento de culpa que trás pesadelos, quando não faz isso, tira seu sono.

E sabe aquele livro que é tão incrível que é até difícil falar dele? Então, esse livro fez isso comigo, faz mais de duas semanas que terminei a leitura e relendo o que escrevi nessa resenha não expressa ainda o que senti.






A nVersos caprichou na edição do livro também, tem um pequeno mapa na orelha, e nas últimas imagens temos o símbolo do "Om".

E eu não sei mais o que falar desse livro sem dar spoiler, então vou ficando por aqui e deixando essa recomendação, o livro é MARAVILHOSO!

Beijos!
 

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.