Resenha: Insensatez, Tânia Lopes

08 fevereiro 2015



Olá pessoal!

Hoje tem resenha do livro da autora parceira do blog, a Tânia Lopes!
Vamos lá?

Título: Insensatez
Autora: Tânia Lopes
Páginas: 348
Editora: Novo Século
Selo: Talentos da Literatura Brasileira
SKOOB

Patrícia Gomes era uma jornalista em busca do furo de reportagem que alavancaria sua carreira. Linda e destemida, vivia em uma cidade do interior dominada pelo tráfico de drogas e desafiava seu editor a romper o silêncio que cercava as atividades criminosas.
A chegada do novo chefão de uma facção rival acirrou o conflito entre os bandidos e colocou a cidade em pé de guerra. Era a oportunidade que ela precisava para fazer a matéria que revelaria os detalhes sobre o crime organizado e a projetaria em sua profissão.
O que ela não contava era ser capturada por Marco, o italiano que estava à frente da batalha. Implacável, taciturno, misterioso, indecifrável... Aquele homem representava tudo o que ela mais abominava. No entanto, emanava poder e sensualidade, e Patrícia viu-se entregue a seu magnetismo. Um inimigo, que lhe instigava sentimentos contraditórios e a levaria à beira da insensatez.


Inconformada com a falta de interesse do dono do jornal em que trabalhava à respeito do crime organizado que dominava a cidade, Patrícia em um ato de muita coragem ou loucura, intima seu amigo Carlos a ir com ela invadir investigar a mansão do novo e misterioso chefão do crime.
Até parece que o lugar estaria desprotegido né?
Patrícia e Carlos são capturados pelos gorilas capangas do criminoso em questão.
Trancada em um quarto escuro e pútrido, ela não sabe o que houve com Carlos, apenas que ele levou uns belos socos, e a angústia a domina. Como pôde meter seu amigo numa roubada dessas.
Além de tudo está preocupada com sua família, que não sabe de seu paradeiro.
Entre ameaças e torturas por parte dos capangas, Patrícia mantém a boca fechada sobre o real motivo da invasão, até que o belo italiano põe fim àquela situação que ela estava vivendo e muda seu cativeiro, do quarto escuro ela vai para um luxuoso quarto da mansão.
As atitudes do Marco, o belo italiano em questão, confundem Patrícia.
Ele é mau, ele é bom, ele é mau, ele é bom...e ela não sabe quem ele é de verdade.
Mas a Pati nem faz ideia das reviravoltas que vão acontecer, loucuras, coisas inimagináveis...

"Por segundos, fitou-o com olhos arregalados. O sorriso estampado na face dele era, no mínimo, maquiavélico. Porém, mesmo diante do perigo, não pôde deixar de ficar impressionada com a beleza do italiano."

Acho que já falei aqui no blog que os autores nacionais me surpreendem mais a cada livro que leio, e Insensatez não foi diferente.
A narrativa é deliciosa, flui tão fácil que quando notei já estava finalizando a leitura.
Outro ponto positivo da narrativa é que é feita em terceira pessoa, e eu particularmente gosto bastante, pois nos dá uma visão mais ampla da história.
A leitura em nenhum momento fica cansativa, tem muita ação, muito romance.
Da metade do livro até o final, tem muitas surpresas, muitas revelações.
As cenas de sexo são muito sutis, então pra quem não curte, pode ler sem medo.

"Oh, Deus... a atração que sinto por esse homem é meu maior castigo..."

A Patrícia é uma personagem fascinante, e o Marco é apaixonante.
Os personagens secundários também são encantadores, especialmente Ana, que tem um papel importante na trama.

"Ela começou a agir como se nada mais importasse. Queria aquele homem, nem que fosse por uma única vez. Nada serviria de impedimento; nem razão, nem moral, nem família... Nada!"

Ahh, é importante ressaltar, que como nosso personagem é italiano, ele fala várias frases em sua língua natal, o que não atrapalha a leitura, pois no final do livro tem todas as traduções.

Adquira na: SARAIVA | LIVRARIA DA FOLHA

Acompanhe a autora no FACEBOOK

Por hoje é isso aí...
Bjs e até a próxima!


Comente com o Facebook:

12 comentários

  1. É tão bom quando um livro satisfaz nossas expectativas né? Ultimamente tenho sido muito feliz com os nacionais lidos (com poucas exceções), e fico muito feliz com isso!
    Bom ver que o hall de bons autores brasileiros tem crescido cada dia mais!
    Sobre o livro, não é dos que me atrai não. :(

    Samara - Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  2. Quando vi a capa pensei que fosse algo mais para o erótico, mas como disse que as cenas de sexo são sutis, parece que é uma espécie de amor proibido com um twist de new-adult não é? Fiquei um pouco curiosa! :D

    http://theliterarybusiness.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. A história não me atraiu muito e pelo pouco que você falou, acho que ficaria com raiva de algumas atitudes tomadas pela personagem HAHAHA Mas que bom que gostou! É sempre maravilhoso quando lemos algo que nos agrada. :D

    Beijosss
    http://bookspoison.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. É New Adult? Só pela resenha da pra sentir o fogo entre eles. Não é meu estilo, mas a história fora do casal (ela ser jornalista e o trafico de drogas que acontece na sua cidade) me pareceu interessante. Abraços

    primaverei.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa, esse tema da paixão pelo inimigo sempre me incomodou. Certa vez eu iria participar de um concurso de fanfics e o tema a ser desenvolvido era esse, síndrome de Estolcomo. Na época nem consegui escrever a fic porque considerei um absurdo gostar de alguém que te maltrata.



    http://leitoresforever.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Acho interessante isso, o tema, mas também estranho ela acabar gostando do cara que... Bom... É , de certa forma, um inimigo. Não é meu estilo tbm, mas é original.

    ResponderExcluir
  7. Eu ao mesmo tempo que gosto desse gênero eu não gosto, não sei, não consigo gostar dos personagens quando é assim...
    http://cheireiumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não sei se consigo gostar de gênero, acho que gostar do inimigo e etc, acho repetitivo.

    Beijos, Ahri.
    http://dois-players.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Hmmm parece interessante, sua resenha ficou super boa, assim que arranjar um tempo vou procurar pra ler.
    http://vihpaula.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá amore, gostei da resenha. Não conhecia nem a obra e nem a autora, mas fiquei bem curiosa.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir
  11. Nossa eu não sabia que era disso que o livro tratava :) Adoro romances nesse estilo "perigoso demais". Fiquei bem curiosa já com a capa e depois da sua resenha fica impossível resistir !

    Www.dezenoveprimaveras.com.br

    ResponderExcluir
  12. Entendi errado ou a protagonista se apaixona pelo cara mau, o vilão, o cara que a aprisionou? Se for isso, a obra, possivelmente, já perderia alguns pontos comigo. Essa história de "amor e ódio andarem de mãos dadas" não é uma teoria que aceito muito bem, pois creio que são sentimentos antagônicos. E, bem, também não curto livro erótico, então, definitivamente, a obra não seria para mim.

    Beijos,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir

 
A. Libri © Copyright 2017 ♥ Ilustração by Vexels.com ♥ Design by Kris Monneska.