Resenha: Noites de Tormenta, Nicholas Sparks

Título: Noites de Tormenta
Título Original: Nights in Rodanthe
Editora: Editora Arqueiro
Páginas: 176
Compre no Amazon
Há três anos, Adrienne Willis perdeu as esperanças no amor quando o marido a trocou por uma mulher mais jovem. Tendo que cuidar sozinha dos três filhos adolescentes e do pai doente, ela acha que nunca será capaz de recuperar a autoestima e a vontade de viver.
Por isso, quando sua amiga Jean precisa fazer uma pequena viagem e lhe pede que tome conta de sua pousada, ela vê uma oportunidade para mudar de rotina. A previsão de tempestade iminente, no entanto, faz com que os próximos dias não pareçam muito promissores. Pelo menos até a chegada de Paul Flanner, o único hóspede com reserva para o fim de semana prolongado.
Aos 54 anos, Paul é um cirurgião bem-sucedido que enfrenta fantasmas parecidos com os de Adrienne. Nos últimos seis meses, a esposa pediu o divórcio e ele rompeu relações com o filho. Ao ver sua vida perder o rumo, Paul decidiu vender a clínica e a casa e ir à pequena cidade de Rodanthe para encerrar um doloroso capítulo de seu passado.
Logo Paul e Adrienne começam a descobrir suas afinidades e a se aproximar cada vez mais. Ao longo do fim de semana, a tempestade que toma conta de Rodanthe finalmente chega ao fim, mas o que nasce entre eles ressoará pelo resto de suas vidas, entrelaçando passado e futuro e dando um novo significado às palavras amor e perda.

Adrienne sempre foi uma boa mãe e era uma boa esposa até o marido a deixar para ficar com uma mulher mais jovem, ela nunca mais se relacionou com ninguém. Pelo menos era isso que seus filhos pensavam.

Adrienne resolve revelar uma parte do  seu passado para sua filha Amanda, que está passando por um momento difícil.

Ela revela o que aconteceu tantos anos antes, 3 anos após o divórcio, quando ela foi á Rodanthe cuidar da pousada de sua amiga Jean.
Lá ela conheceu Paul, um homem em busca de uma nova vida, já que passou a maior parte dos seus 54 anos dedicado aos estudos e trabalho,  ele era um homem brilhante.
Esse encontro os transforma, eles descobrem algo novo, algo pelo qual vale a pena lutar nesses poucos dias que passam juntos em Rodanthe.
Os dois se conectam de uma forma inexplicável, nem em todos os ano que passaram com seus antigos conjunges eles tiveram a mesma conexão. Adrienne amava seu marido e sofreu muito com a separação, o abandono e Paul negligenciou sua família em prol do trabalho.

Não posso dar muitos detalhes da história para não soltar spoiler, mas Adrienne guarda uma caixa de lembranças, que tem inclusive cartas de Paul, mas por que ela nunca contou para os filhos sobre Paul? O que houve com ele? Por que ela nunca mais se relacionou com alguém?

Essas são algumas perguntas que descobrimos as respostas junto com Amanda enquanto Adrienne conta a história que que se passou desde seu primeiro encontro com Paul, na varanda da pousada.
Quando apenas 5 dias podem significar mais que uma vida toda.

Este foi o segundo livro que li do Tio Sparks e assim como o outro, quase morri de chorar embora seja uma história simples, porém emocionante.

23 comentários:

  1. Vou te dizer uma coisa, eu prefiro o filme ♥
    A história desse livro é a mais linda do Nicholas até hoje.


    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Já vi o filme, ótimo e ótimo com todas letras! O livro nunca li.

    ResponderExcluir
  3. Nunca vi o filme e nem o livro, mas parece ser emocionante, será que me fisgaria?
    Quem sabe um dia entre para minha lista vasta de livros.
    http://palavrasdelucidez.com.br/
    Lucas Castelo Viana

    ResponderExcluir
  4. Oi Angel, eu li esse livro recentemente e o achei tão lindo. Concordo com você, é uma história simples mas tão bonita e intensa, o que esse casal viveu em 5 dias, tem gente que leva a vida inteira e não encontra. Muito amor por esse livro.

    ResponderExcluir
  5. Eu ameeei esse livro!
    Sofri, chorei, gritei, jurei que nunca mais na vida leria Nicholas Sparks... mas pergunta se cumpri minha promessa? Esse livro é tão lindo, tão emocionante... <3
    Não assisti o filme ainda, mas pretendo ver. Espero gostar tanto quanto gostei do livro.
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  6. Esse livro li faz tempo, e nem lembro mais direito da história. Mas realmente, parei para pensar, e todos que eu li do autor eu chorei. hahahah
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Oi! Tudo bom?

    Sendo bem sincero, ODEIO NICHOLAS SPARKS e acho todos os livros bem clichês. Mas esse me pareceu ser um pouco diferente. Mostra mais um drama comum do dia-a-dia. Também estou curioso para saber o que houve com Paul, haha.
    Adorei o post.

    Beijos,
    www.falandoemlivros.com

    ResponderExcluir
  8. Oie,

    As histórias simples são sempre as que te deixam um maior ensinamento. Tio Sparks eu já alguns livros dele, estou amando esse novo estilo de capas acho elas lindas. Ainda não li esse livro e nem vi o filme, mas a história não me comoveu muito sabe, vou assistir ao filme e depois lerei o livro.


    Bjs
    Mayla

    http://lendocomamay.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Eu nunca me interessei muito por nenhuma história do Nicholas, mas essa chamou MUITO a minha atenção, independente da sua resenha, da sua opinião, o enrendo apresentado me deixou bastante curioso. Obrigado por ter apresentado a obra :D!

    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Angélica,
    Gosto do Nicholas, meu favorito ainda é A Última Música, também chorei horrores no final hahahhaah
    Noite de Tormenta assisti o filme e gostei mais não entrou para os favoritos, talvez com o livro seja diferente já que pelo visto mais uma vez o autor te conquistou.

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Houve uma época em que eu era fã dos livros do Nicholas Sparks, mas dei um tempo nos romances água-com-açúcar. Esse foi um dos livros dele que li e lembro que gostei muito.
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, esse livro parece legal (tem um filme também né?). Já livros do Nicholas Sparks mas admito não sou muito fã, mas esse Noites de Tormenta parece legal

    Abraços, Pâm
    primaverei.wordpress.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Angélica, eu sou suspeita de falar pois adoro os livros do Nicholas Sparks, esse foi um dos poucos que eu não li ainda e posso dizer que estou bem ansiosa para conferir a leitura. Parabéns pela resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  14. Vi que aqui nos comentários que existe filme da obra, eu nunca gosto dos livros do Nicholas, não gosto de romances e nem de sua escrita, mas sempre gosto das adaptações de seus livros. Eu amei sua resenha e confesso que fiquei curioso para saber o que aconteceu com o Paul.

    Ótima resenha, beijos!
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oii, Angélica, tudo bem?
    Uma pergunta: qual foi o outro livro do Sparks que você leu? Ainda não li Noites de Tormenta, mas já li O milagre e A última música (o filme, awn <3) e não gostei muito de nenhum. Achei as histórias bem simples, como tu mesma disse. Além de ser basicamente a mesma história, com personagens de mesma característica. Sei lá, só não curto, sabe?
    Beijos,
    http://www.quinzeinvernos.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Angélica!
    Amo, amo, amo Nicholas Sparks! Eu também quase desidratei de tanto chorar com esse livro, mas para mim, o mais matador de todos os livro dele é O Melhor de Mim. Até hoje ainda não me recuperei da leitura, rsrs.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  17. Olha, li esse livro em 2015, mas uma outra edição, e me decepcionei muito. Foi o terceiro livro do autor que li e o que menos me emocionou. Queria sentir isso de quase morrer de chorar com uma história dele, mas nunca me aconteceu. Não acreditei muito no enredo nesse livro, achei que o amor surgiu do nada, mas fico feliz que tenha curtido e achado emocionante.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bom?

    Eu já li Noites de Tormentas e que nem você falou é uma história simples e emocionante, eu me acabei de chorar com ele. Não costumo ler muitos livros de Nicholas, apesar de ter vários, acho que a narrativa dele às vezes termina deixando as histórias com um desenrolar bem parecido. Achei essa capa bem bonita, mas a minha edição é a da antiga. E tem até mesmo o filme, mas eu ainda nem vi e.e
    bjs
    www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Na verdade já tinha ouvido falar sobre livro e o filme, mas não ainda não o tinha visto ou lido, na verdade é a primeira resenha que vejo. E para minha surpresa é uma das poucas historias dele que me chamou muito a atenção.

    Parabéns pela resenha.

    Viviana
    Blog Mães Perfeitas e Imperfeitas

    ResponderExcluir
  20. Olá Angélica!
    Eu adoro Nicholas Sparks, mesmo sabendo que ele sempre vai matar alguém, é aquele caso onde sabemos que vamos sofrer, mas ainda assim nós queremos ler e reler.
    Eu gosto do livro, assim como do filme.
    Beijos, Maisa.
    Reino Literário Br

    ResponderExcluir
  21. Oieee Angélica, tudo bem!?
    Caramba, tio Nick nunca me convence, sabe?
    Acho as histórias dele mais do mesmo, mas vou dizer que essa até parece boa de acompanhar neh? Sei que vou chorar, porque quando alguem fala que chorou no livro, eu sei qeu vou me matar de chorar, porque choro até com desenho animado T_____T Vou ler assim que puder!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  22. Talvez por eu estar num momento mais frio em questão relacionamento, esses livros não me descem mais. Eu adorava o Tio Nick, li vários livros, mas agora parecem todos iguais, não tenho mais aquela vontade de ler os romances de nenhum autor.
    Beijos,
    Blog ABCD dos Livros.

    ResponderExcluir
  23. Sabe quando você conhece uma história, sabe o que vai acontecer e mesmo assim se derrete em lágrimas? Foi o que aconteceu comigo durante a leitura desse livro...
    Meio sem querer eu acabei assistindo o filme antes e mesmo assim não foi possível conter a emoção e desejar que o filme estivesse errado e fosse diferente no livro hahahaha
    Adorei muito mais o livro, claro. Principalmente pelo momento em que a personagem conta a história para a filha. Fez muito mais sentido no livro. Não estou mais muito na onda de ler o Tio Nick, então não conheço todas as suas histórias. Mesmo assim, essa é uma das que mais gosto :)
    Beijinhos,
    Lica
    http://www.amoreselivros.com.br

    ResponderExcluir

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.