quinta-feira, 3 de julho de 2014

Doação de Medula Óssea

Hoje vou fugir um pouquinho do foco do blog, que são os livros, mas vou falar de um assunto importantíssimo: A DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA.

Eu já fiz o meu cadastro no REDOME, é muito simples, não leva nem 20 minutos, e é uma centelha a mais de esperança para tantas pessoas que precisam.

Sempre tive vontade de doar, mas tinha medo, até conhecer a história do Natan, que de alguma forma me fez criar coragem.

Este é o Natan

Olhem a história dele:

"Tive uma recidiva da Leucemia no início do ano e estou desde fevereiro fazendo quimioterapia e enfrentando todo o tratamento pesado que sabemos que é difícil. Assim que soube da recidiva, soube também que o tratamento seria mais difícil do que a primeira vez, e que talvez, só a quimioterapia não não desse conta de eliminar a doença... E foi o que aconteceu... Soube há algumas semanas que a minha medula não está respondendo bem à quimioterapia, a saída, para o meu caso, é recorrer ao Transplante de Medula Óssea. Preciso de uma nova Medula, porque a minha está doente e não está trabalhando como deveria...
O que acontece é que, eu não tenho irmãos, minha chance de encontrar uma medula compatível dentro da minha família seria se eu tivesse um irmão do mesmo pai e da mesma mãe, o que não ocorre. Minha família inteira já fez o teste e ninguém foi compatível. A minha saída agora, é recorrer à um doador não aparentado (de fora da família) no REDOME, o banco de medula, só que a chance de encontrar um doador compatível no banco, é muito pequena... Então, queria pedir aos meus amigos, conhecidos ou até mesmo desconhecidos que sabem da minha luta, que se cadastrem como possíveis doadores de Medula Óssea, quem sabe alguém é compatível comigo e possa me dar um pouco mais de esperança.
Sei que é um assunto desconhecido pra maioria das pessoas, mas é um ato simples e rápido e tem muita gente na mesma situação que a minha, esperando por um ato de solidariedade de algum desconhecido...
Para fazer o cadastro, tem que ter entre 18 e 55 anos e estar em bom estado de saúde, aí é só se dirigir à um hemocentro mais próximo portando documento de identidade, lá eles vão pegar seus dados e tirar uma pequena amostra de sangue, seus dados serão encaminhados para o REDOME, aparecendo algum paciente compatível (incluindo eu), você será notificado e aí sim, decidirá se realmente quer doar...
Qualquer dúvida é só perguntar aqui nos comentários...
Muitoo obrigado"

Fazer a doação da medula NÃO é um bicho de sete cabeças, de verdade, fiz várias pesquisas a respeito do assunto. Eu também tinha receio, existem vários mitos envolvendo o assunto.
É só se dirigir ao hemocentro mais próximo. Abaixo tem algumas informações que retirei do site do INCA, qualquer dúvida, é só entrar lá clicando AQUI.

Passo a passo para se tornar um doador

- Qualquer pessoa entre 18 e 54 anos com boa saúde poderá doar medula óssea. Esta é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções, sob anestesia, e se recompõe em apenas 15 dias.

- Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com 5 a 10ml para testes. Estes testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.

- Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.

- Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação.

- Tudo seria muito simples e fácil, se não fosse o problema da compatibilidade entre as células do doador e do receptor. A chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de UMA EM CEM MIL!

- Por isso, são organizados Registros de Doadores Voluntários de Medula Óssea, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar. Quando um paciente necessita de transplante e não possui um doador na família, esse cadastro é consultado. Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer a doação.

- Para o doador, a doação será apenas um incômodo passageiro. Para o doente, será a diferença entre a vida e a morte.

- A doação de medula óssea é um gesto de solidariedade e de amor ao próximo.

- É muito importante que sejam mantidos atualizados os dados cadastrais para facilitar e agilizar a chamada do doador no momento exato.

Caso você decida doar
1. Você precisa ter entre 18 e 54 anos de idade e estar em bom estado geral de saúde (não ter doença infecciosa ou incapacitante). Lembre-se que uma vez no cadastro, poderá ser chamado, se identificado como compatível com algum paciente, até os 60 anos.

2. Onde e quando doar
É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos Hemocentros nos estados. No Rio de Janeiro, além do Hemorio, o INCA também faz a coleta de sangue e o cadastramento de doadores voluntários de medula óssea, de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h. Não é necessário agendamento. Para mais informações, ligue para (21) 3207-1580.

3. Como é feita a doaçãoSerá retirada por sua veia uma pequena quantidade de sangue (5 a 10ml) e preenchida uma ficha com informações pessoais.

Seu sangue será tipificado por exame de histocompatibilidade (HLA), que é um teste de laboratório para identificar suas características genéticas que podem influenciar no transplante. Seu tipo de HLA será incluído no cadastro. Os resultados são confidenciais e servem apenas para os fins do REDOME.

Seus dados serão cruzados com os dos pacientes que precisam de transplante de medula óssea constantemente. Se você for compatível com algum paciente, outros exames de sangue serão necessários.

Se a compatibilidade for confirmada, você será consultado para confirmar que deseja realizar a doação. Seu atual estado de saúde será avaliado.

A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral, e requer internação por um mínimo de 24 horas. Nos primeiros três dias após a doação pode haver desconforto localizado, de leve a moderado, que pode ser amenizado com o uso de analgésicos e medidas simples. Normalmente, os doadores retornam às suas atividades habituais depois da primeira semana. 

Existe uma outra forma de obtenção das células-tronco da medula óssea, que utiliza uma máquina específica (aférese) para separar do sangue periférico (corrente sanguínea), as células necessárias para o transplante. Neste caso, o doador tem que receber um medicamento antes da doação ( fator de crescimento), que estimula a medula óssea a liberar estas células para a corrente sanguínea. Esta técnica só é utilizada em casos específicos, sob decisão médica e com consentimento do doador.    

Bom, por hoje é isso, espero ter esclarecido eventuais dúvidas,
Bjs e até a próxima!

12 comentários:

  1. Muito bem lembrado , precisamos de mais doadores , A mídia deveria incentivar muito mais as doações. Ajudar a quem precisa e salvar vidas .
    Parabéns pela postagem.

    abraços

    Joyce

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela sua iniciativa Angel, só eu sei que vc tinha vontade mas o medo falava mais alto. Deveríamos todos pensarmos como vc e assim mais doadores teríamos, vou tentar criar coragem que ainda me falta

    ResponderExcluir
  3. Parabens pela sua iniciativa, mto lindo isso!
    Doar é um grande gesto de amor.. nem todos somos capazes disso.. mto lindo de sua parte!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Sei o quanto pode ser importante pois perdi minha tia no final do ano passado vitima de um câncer, gostei do post! bjos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. muito bo vc esta de parabens, eu sou doadora e muitos poderiam fazer o mesmo.

    ResponderExcluir
  7. OI parabêns pela atitude, acho muito impostante doar sangue e etc.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela iniciativa!^^ vou me aprofundar mais nesse tema medúla. - magefox.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. muito linda a historia dele, mas eu nçao posso fazer doação de sangue nem de medula
    :(

    ResponderExcluir
  10. Que post importante .. linda história ... e eu minha família todos doamos .. acho muito show essa atitude!!!!!!!!!!!

    Roberta Aquino
    Diário de uma Princesa

    ResponderExcluir
  11. Olá amiga, tudo bem? Infelizmente eu ainda não posso doar, mas se eu pudesse com toda certeza ajudaria todas essas pessoas que precisam.. Muito bom você ter lembrado desse assunto amiga, muitas pessoas esquecem que ajudar o próximo é maravilhoso. Beijos

    http://meninafashion-polly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Tema muito importante!

    ResponderExcluir

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © A. Libri | Layout e personalização por VR Design