[Resenha] As Cores do Amor

9/25/2017



Título: As Cores do Amor
Autora: Camila Moreira
Editora: Paralela
Páginas: 320
Compre: Amazon | Saraiva
O que define uma pessoa? O dinheiro? O sobrenome? A cor da pele? Filho único de um barão da soja, Henrique Montolvani foi criado para assumir o lugar do pai e se tornar um dos homens mais poderosos da região. No entanto, o jovem se tornou um cafajeste aos olhos das mulheres, um cara egocêntrico segundo os amigos e um projeto que deu errado na concepção do pai. Quando o destino coloca Sílvia em seu caminho, uma jovem decidida e cheia de personalidade, Henrique reavaliará todas as suas escolhas. O amor que ele sente por Sílvia o fará enfrentar o pai e transformará sua vida de uma maneira que ele nunca pensou que fosse possível. Um sentimento capaz de provar que nada pode definir uma pessoa, a não ser o que ela traz no coração.

As Cores do Amor é um spin-off de 8 Segundos, livro que contou a história de Lucas e Pietra, que amei, mas este livro foi mais, e vou contar para vocês o porquê.

Iremos conhecer a história de Henrique, um playboy filho do maior produtor de soja da região.
Mas ele é mais do que aparenta, apesar de ter nascido em berço de ouro, ele sofreu nas mãos do pai, que idealizava para vida dele algo que ele não queria, e o forçava a fazer, além de ser um homem extremamente preconceituoso com pessoas de classes sociais diferentes, sobretudo se fossem negras.

Sílvia é uma mulher batalhadora, já passou muita coisa na vida junto com a irmã, e sempre mantém a cabeça erguida e luta para não ser discriminada por ser negra. Depois de perderem o pai e a mãe desaparecer, elas ficam por conta própria, e Sílvia fez tudo o que estava ao seu alcance para conseguir fazer a faculdade de fisioterapia e proporcionar uma boa educação para a irmã.

Sílvia se muda para o interior, à convite de Pietra para trabalharem juntas num centro de reabilitação que está sendo construído (idealizado pela Pietra), e uma chama que se acendeu entre Sílvia e Henrique no dia em que se conheceram, e terão que lidar com muita coisa, pois ambos já tem sua cota de sofrimento na vida, além do pai dele que, bom, é um racista de merda, e suas inseguranças.
Aprendi a duras penas que a realidade tem que ser vivida e não sonhada. E eu não tinha tempo para sonhar.


Eu não tenho nem palavras para descrever o quanto este livro é lindo.

É um livro hot, mas como sempre podemos esperar nas histórias da Camila, não se resume à cenas de sexo.
Temos uma história bem construída, com personagens cativantes, e outros que me deixaram com sangue nos olhos, e aborda um tema muito importante.

Gente, chorei tanto, pois era impossível não sentir a dor da Sílvia quando ela sofria algum ataque racista. A Camila conseguiu colocar tanto sentimento em cada linha escrita, e posso dizer sem dúvidas que foi o melhor livro dela que li até agora.

Eu poderia ficar aqui por horas e horas falando o quanto eu amei esta história, e os personagens, e mesmo assim acho que não conseguiria passar para voês nem parte do que senti com este livro, eu chegava a ler devagar para ver se durava mais, não queria que acabasse (só o sofrimento dos personagens, não o amor).

A narrativa é em primeira pessoa e alternada entre Henrique e Sílvia, e a escrita da Camila é super fluída e está cada vez melhor.
No caminho até a fazenda, fiquei imaginando: como pode em um país como o Brasil, que não tem uma raça predominante, onde a mistura torna o brasileiro tão único, uma pessoa ser tão desprezível e me julgar pela minha cor? Eu tentara entender muitas vezes, mas ainda não conseguia.
Sério, gente. Leiam esse livro, ele merece ser lido, mesmo que você não goste tanto de hot, e por falar nisso, as cenas de sexo são bem colocadas, nada daquele "piscou, trepou" (me desculpem o termo) que a gente vê em alguns livros do gênero por aí. Esses confesso que nem leio hahahah!
— Não posso prometer que você nunca mais vai chorar, mas posso jurar que as suas lágrimas nunca mais vão cair. Eu sempre vou estar aqui para secar. Até que eu pare de respirar.

Comente com o Facebook:

15 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Tudo?
    Gostei muito da resenha li 8 segundos da Camila também e gostei bastante legal saber que temos mais livros dela e sendo esse um spin off acho que vou curtir muito. Realmente a Camila sabe dosar as cenas de sexo e para mim isso é fundamental em um livro.Amei essas fotos que você tirou super fofas. Fiquei feliz que gostou tanto do livro eu também estou assim com esse sentimento mas é por outro livro, e aproveitando deixo o convite para ir lá no blog ver a resenha que fiz sobre ele, um dos melhores livros que eu já li, vou ficar feliz em te ver por lá e sua opinião.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/2017/09/outlander-viajante-do-tempo-de-diana.html

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas gosto muito de temas assim. Já vou correndo pôr na lista 📃
    Achei essa capa muito fofa e linda - sou apaixonada por fotos de mãos dadas - ❤
    Adorei o termo que tu usou, confesso que ri alto. Rsrs
    Obrigada pela indicação ❤
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Nossa, a história parece ser muito boa mesmo; fiquei bem curiosa para ler. Achei demais esse último quote, já me conquistou.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho a capa desse livro muito bonita e achei a sua foto linda também. A premissa me deixa bem interessada e a sua resenha me deixou ainda mais curiosa.

    ResponderExcluir
  6. Sou louca para ler algum livro da autora, dizem que ela é muito talentosa.
    Li algumas coisas sobre este livro e a premissa dele me agradou muito, apesar do romance clichê esse fundo do racismo torna toda a trama original, quero muito ler.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    Li a sinopse e gostei, achei que era um romance comum, mas não Hot. Consegui ver sua empolgação com a leitura e fiquei interessada. Comecei a me aventurar agora em livros Hot e acho que a experiência de ler este seria boa!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  8. Oi! Nossa, parece ser uma história linda e bem interessante! Gostei logo de cara dos personagens e já estou torcendo para que eles consigam superar todos os preconceitos, principalmente do pai do Henrique (que já me deixou indignada), e fiquem juntos. Sua resenha está linda e espero conferir esse livro um dia. Bjss!

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Soube que era um spin off depois de ler várias resenhas e isso me surpreendeu.
    Fiquei contente por você ter curtido e por indicar a leitura, mas confesso que não fiquei muito interessada em fazer a leitura, pois essa parte mais hot dos livros da Camila são algo que vai me incomodar, sabe?
    Adorei sua sinceridade, mas vou passar a dica por enquanto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá! Já ouvi falar do talento da autora pra textos desse tipo, eu fico muito curiosa em ler, mas não tive oportunidade. Vou deixar anotado como sugestão!
    Bjos
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Oiii!

    Gostei de saber que o spin off é tão bem escrito quanto a obra principal! Eu não li nada da autora ainda, mas tenho muita vontade. É lindo quando os autores nos enche de sentimentos em suas obras.
    Dica anotada.

    Beijnhos,

    ResponderExcluir
  12. Oi, como vai? Não conheço a autora e nem o primeiro livro, mas sua resenha me fez querer mudar isso o quanto antes. Realmente parece uma historia ótima, com personagens bem construídos e temas muito importantes para discutir e abordar. Essa capa está tão bonita!!! Amei. Parabéns pela resenha e muito sucesso para a autora. Um beijo e boas leituras para nós. <3

    ResponderExcluir
  13. Oi! Pela sinopse e tema do livro anterior, 8 segundos, confesso que não tinha me empolgado muito com a escrita da autora, mas essa continuação, ou melhor dizendo, esse "spin off" de 8 Segundos me deixou mais atraída para ler.
    Tenho certeza de que irei me emocionar, pois só pela descrição já diz muita coisa.
    Infelizmente, o racismo é uma questão muito atual, então é de grande importância conhecer como a autora trabalhou isso. Dica anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Não é que eu não goste tanto de hot, é algo que eu realmente acho completamente desnecessário e não curto nem um pouquinho, então mesmo que o livro não se resuma a isso e que as cenas de sexo sejam bem colocadas vou passar a dica, mesmo parecendo ser um livro bem legal principalmente por abordar o tema do racismo.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não conhecia ainda esse livro, mas fiquei bem curiosa pela sua resenha. Adoro quando o autor adiciona sexo de maneira subjetiva e bem colocada na história, que parece ser o caso desse livro. Com certeza vou deixar a dica anotada!
    Beijos.

    ResponderExcluir

 
A. Libri © Copyright 2017 ♥ Ilustração by Vexels.com ♥ Design by Kris Monneska.