Resenha: Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter, Sarah MacLean

23 janeiro 2017



Título: Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter
Título Original: Ten Ways to Be Adored When Landing a Lord
Autora: Sarah MacLean
Editora: Editora Arqueiro
Páginas: 352
Livro cedido pela editora para resenha
“Uma história arrebatadora, sensual e comovente, que não deixa nada a dever ao primeiro livro. Os personagens nos conquistam e o ritmo perfeito da trama, junto com os diálogos magistrais, multiplica o prazer.” – Romantic Times Book Reviews
Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.
Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.
Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.
Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.
“Inteligentes e românticos, os livros deSarah MacLean contêm a simplicidade e o prazer absoluto que só escritores experientes são capazes de proporcionar.
É maravilhoso imaginar as histórias que essa talentosa autora ainda vai criar.” –New York Journal of Books
No primeiro livro temos como protagonista Gabriel, o marquês de Ralston e Callie, uma dama londrina que resolve se aventurara fazer coisas que apenas são aceitáveis para os homens.
Aqui temos lorde Nicholas, irmão gêmeo do marquês, que se fechou para o amor após uma decepção.


Além do passado de sua família, ele esconde muitos segredos de uma época em que explorou o continente.
Parte das habilidades adquiridas nesse passado são necessárias quando um amigo pede ajuda para localizar a irmã desaparecida.

Isabel não é uma mocinha comum.
Desde cedo se viu obrigada a cuidar da casa sozinha, das finanças, do irmão mais novo, e também de mulheres que acolheu na propriedade da família, mulheres que por algum motivo precisaram fugir de sua vida antiga.
-Às vezes milorde, somos obrigados a fazer coisas que não queremos.

Nick não queria mas usas suas habilidades, quem havia sido ficou para trás quando voltou para casa, mas estava desesperado para sair de Londres, pois uma revista listou 10 formas de se conquistar um lorde, e ele está no topo da lista de melhores partidos, e está sendo perseguido por moças solteiras e mães de moças solteiras e não aguenta mais a situação.

Sua busca o leva até Yorkshire, e Isabel vê nele a possibilidade de salvar todas as mulheres que acolhe, claro que não é casamento que ela tem em mente, mas o antiquário que Nick é. E ela precisa esconder dele o fato de que não há homens na propriedade, mas uma tempestade pode colocar seu segredo em risco.


Gostei bastante da personalidade da Isabel, ela é corajosa, determinada, não mede esforços para ajudar todas as moças que acolhe, mas é bem cabeça dura.

Depois de tudo o que seu pai aprontou, ela não confia nos homens, e mesmo Nick dando vários sinais de que era um bom homem e que iria ajudá-la como pudesse, ela continua desconfiando dele.

Ainda tem toda a questão de quem irá tomar conta da propriedade até James, o irmão de Isabel e novo conde (o pai morreu) que tem apenas 10 anos estar apto a assumir seu papel, e o receio de não poder mais ajudar todas as mulheres que moram na propriedade, por falta de dinheiro.

Enfim, entre toda essa confusão, a atração entre Isabel e Nicholas começa a crescer, e ela passa a vislumbrar inúmeras possibilidades.


 O livro não é tão bom quanto o primeiro, mas mesmo assim é ótimo e gostei muito.
O desenvolvimento do romance foi um pouco rápido, mas não achei forçado e há poucas cenas de sexo.

Temos a presença do Gabriel e da Juliana (irmã deles) e da Callie também.

A questão da Casa de Minerva (como é conhecida a propriedade por acolher as mulheres) é bem interessante, o comprometimento de todas com a causa, e o apoio que dão à Isabel, que é incondicional e ainda tentam abrir seus olhos sobre Nick.

A narrativa é em terceira pessoa alternando os pontos de vista dos personagens, e a leitura flui super bem!!
Ele havia falado dos prazeres da vida. Isabel queria que ele os mostrasse a ela.

Comente com o Facebook:

17 comentários

  1. As mocinhas cabeça dura eu AMO viu!
    A História de Isabel me pareceu mais interessante.
    Tô curiosa para ler um livro da Sarah e ler logo ♥
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei esse livro, gostei muito, o primeiro ainda é o meu queridinho mas esse não fica atrás, é maravilhoso. Eu já não achei o desenvolvimento assim tão rápido. Essa capa é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  3. Adorei as fotos!
    Ainda não li nada de romances de época (a não ser Jane Austen, mas, quando o livro foi escrito aquilo era a realidade atual, rs) então não sei ainda se eu iria gostar, se bem que a história me chamou muito a atenção.
    O fato de você ter gostado, e mostrado isso na resenha, bem, parece que alguma hora vou ter que me render aos "de época".

    http://vicioseliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii Angélica, tudo bem?
    Parabéns pela sua resenha que ficou demais, mas infelizmente a obra não despertou meu interesse, não sou muito chegada em ler romances de época.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  5. Oi Angélica!
    Primeiro parabéns pelas fotos, ficaram lindas!
    A tua resenha ficou ótima, gosto de romances de época, mas não conhecia esses dois.
    Com certeza anotarei a dica ;)
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá! Que bom que você gostou da personalidade da personagem. Realmente é bacana personagem corajosa e determinada. Que pena que esse livro não é tão bom quando o primeiro. É bom poder ver pontos de vista de diferentes personagens. Que om que a leitura flui bem. Beijos'


    ResponderExcluir
  7. Olá Angélica, bem como comecei a ler essa série justamente nesse livro, não posso compara-lo com o primeiro ainda. Mas a primeira vista gostei da história desse livro e achei bem sensual. Já tinha lido Sarah McLean e continuo gostando do gênero. Bjkas

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Há pouco tempo eu ouvi falar de "Nove formas...", inclusive li até a resenha. Entre "Dez formas..." e ela, prefiro a primeira. Achei demais a forma com que ela se liberta e tenta algo novo, sabe? Não que o segundo livro não me chame atenção, mas sei lá.
    Enfim, amei a resenha e seu blog é lindo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Eu quero muito ler essa série! Dá pra ler independente esse livro do primeiro , né? Outras pessoas já me disseram que o primeiro é melhor também, mas quero todos haha Fico impressionada que ainda conseguem fazer tramas diferentes sendo que tem tantos romances de época por aí.

    ResponderExcluir
  10. Estou adorando esta série, e ao contrário de você, acho que ficou tão bom quanto o primeiro volumes, mas claro, isso é questão de gosto mesmo. Me diverti com as peripécias de Isabel, quase matando Gabriel do coração. Fora que ela é de uma força e generosidade sem igual.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Adorei suas fotos! Quanto ao livro,desta vez passo a dica.

    Bj
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Estou DOIDA para ler a história do Nick então por isso confesso que passei um pouco por cima da resenha. Desde o 9 regras é a personalidade dele que bate mais com a minha. Com um projeto de Romance de Época em fevereiro espero mudar esse status de não lido. Adorei as fotos e a resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu sou louca pra conhecer a história dos dois livros. Acho as capas maravilhosas e me encantei com a sinopse.
    Gostei muito da sua resenha e das fotos.

    ResponderExcluir
  14. Olá Angelica, tudo bem?
    Owmm esses livros são maravilhosos <3
    Sou amante dos romances de época e essa serie é linda. Já li todos (em inglês o ultimo)e amei. O primeiro 9 regras a ignrar antes de se apaixonar, ainda é o meu favorito. Amei a resenha.Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!!! Tenho esse livro e estou curiosa para começar a leitura. Amo os livros da autora e essa série é incrível. Amei sua resenha, bjoooooooooo

    ResponderExcluir
  16. Gostei da resenha, mas nao sabia que era o segundo volume, então mãos a obra conhecer os dois livros..rsrs

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Tenho muita vontade de conferir essa série, só ouço elogios sobre ela! Que pena que você não achou tão bom que nem o anterior, mas mesmo assim que bom que você curtiu a leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir

 
A. Libri © Copyright 2017 ♥ Ilustração by Vexels.com ♥ Design by Kris Monneska.