Resenha: Sr. Daniels, Brittainy C. Cherry

14 abril 2016



Título: Sr. Daniels
Título Original: Loving Mr Daniels
Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Editora Record
Páginas: 322
Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã.
Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês.

Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.



DESTRUIDOR, é o que este livro é, é lindo e simplesmente acabou com meus feelings.

Ashlyn acabou de perder sua irmã gêmea Gabby, está arrasada e com razão, mas isso não é tudo, ela sempre acreditou que a mãe amasse mais a irmã, e agora a mãe a manda para Edgewood, para viver com o pai que sempre foi ausente.

Dentro do trem ela troca olhares com um belo rapaz de olhos azuis, e após desembarcarem na estação de trem, eles tem o primeiro contato, e é neste momento que ele a convida para assistir um show da sua banda Romeos Quest, em um bar local.
O rapaz é Daniel, obviamente um músico né, que também teve suas perdas.
Lindo. De tirar o fôlego. Brilhantes. Olhos azuis. Eu suspirei.
Ashlyn chega em sua nova casa e descobre que o pai vive com outra mulher, que tem dois filhos, Ryan e Hailey, e criará fortes laços com os dois.
Ela também recebeu da irmã uma lista com coisas para fazer antes de morrer, e a cada item cumprido da lista ela poderá abrir uma carta de Gabby, mas nem tudo é tão simples assim, e em algumas ocasiões precisará de ajuda para realizar as "tarefas" determinadas por sua irmã.

Se já não tivessem tido uma conexão antes, no trem, com aquela troca de olhares, eles a criariam na noite em que Ashlyn foi ao bar assistir ao show.
Daniel e Ashlyn descobrem que tem muito em comum, além das perdas, são apaixonados por Shakespeare.

No primeiro dia de aula, ela descobre que Daniel, o músico que fez tão bem para ela, é Sr. Daniels, seu professor de inglês.
Eu odiava quão perto estávamos, e quão distante nos sentíamos.

Como se não bastasse o fato de Daniel ser seu professor, o pai de Aslyn é diretor do colégio, e Daniel, apesar de não ser isso que quer, dispensa um tratamento quase frio a ela, e não é fácil para os dois lidarem com essa realidade, afinal, antes eram somente Ashlyn e Daniel, dois jovens que se conheceram e tiveram uma conexão. Agora são aluna e professor, uma situação bem complicada.

Só que o sentimento entre os dois é crescente, não é só uma atração física, isso pode acontecer com qualquer um, o que existia entre os dois é algo bem mais profundo que isso.
E quando esse sentimento começa a falar mais alto, os dois precisam criar uma forma de conviver com ele, e manter esse segredo, pois os riscos são grandes.
- Eu não disse que seria fácil. Só disse para ir em frente. Além do mais, as melhores coisas da vida não são fáceis. Elas são difíceis, são cruas e dolorosas. Isso torna a chegada ao destino final muito mais interessante.
Já falei que o livro é lindo? Já né?! Porque é mesmo.
Não tem graaaandes reviravoltas, nem mistérios a serem desvendados, o que encanta é a sutileza dele.
A Brittainy conduziu a história divinamente, e o amor que Daniel e Ashlyn passam a nutrir um pelo outro nasce da forma mais pura, e convence, porque ele nasce naturalmente.

São dois jovens em busca de apoio para tentar superar suas perdas, e é isso que eles fazem, eles se apoiam, um entende o outro tão profundamente que outras pessoa não seria capaz.

Os dois amadurecem juntos, e junto com o amor deles, e é lindo demais (é não paro de falar que é lindo, eu sei!).

Certas dores nunca vão completamente embora, mas com o apoio necessário, as coisas ficam mais fáceis, e é isso que o livro mostra, e não digo somente no caso do amor entre Ashlyn e Daniel, mas dos amigos que ela encontra nessa nova fase de sua vida. Hailey e Ryan se tornam muito importantes para ela, e são fundamentais em sua luta contra a dor do luto de perder uma parte de si, porque é isso que a Gabby era, uma parte de Ashlyn.

E acho que a maior lição que tirei do livro foi a seguinte: Ame. Ame muito. Ame do fundo do coração, afinal, não sabemos até quando teremos oportunidade de fazê-lo.

O livro é narrado em primeira pessoa por Daniel e Ashlyn, intercalando os pontos de vista, e nem preciso falar que me conectei completamente com os dois né?
Me transportei para dentro do livro de uma forma inexplicável e não tenho mais palavras para definir o que senti.

A escrita da Brittainy é uma delicia, extremamente fluída e prende de tal forma que se você não tiver que parar para trabalhar como eu tive, você termina o livro em poucas horas, eu que tive que parar para trabalhar levei um dia.

E nem preciso dizer que o livro é mais que recomendado né?
Eu quero ser seu, quero que você seja minha, e odeio que não podemos ser nós. Porque eu acho que nós fomos feitos para estar juntos.


Comente com o Facebook:

9 comentários

  1. Oi Angélica.

    Estou com muita vontade de ler este livro, pois já li algumas resenha bem positivas sobre ele. Também gostei da sua resenha porque mostrou detalhes que ainda não tinha lido em outras opiniões, principalmente em saber que a leitura consegue prender a atenção.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi, já que apaixonei pelo livro pela sinopse a a capa linda. Amei sua resenha e deu para perceber como você amou o livro e a historia de amor desse casal, que enfrenta varias dificuldades por serem quem são. Achei eles muito fofos e já quero ler. Vou anotar a dica.
    bjus

    ResponderExcluir
  3. Li esse livro ano passado, e realmente sou obrigada a concordar com vc, o livro é lindo. E o mais bonito dele talvez nem seja o amor que envolve o casal, mas sim o amor que une todos os personagens e claro a forma como eles superam cada uma das perdas.

    ResponderExcluir
  4. Oi Angélica, estou louca para ler este livro desde o seu lançamento, o enredo dele me intriga muito, rs.
    A capa é linda, o enredo é encantador e os personagens parecem ser muito cativantes.
    Que bom que gostou, espero ler em breve.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    eu ganhei esse livro de presente de aniversário, só que ainda não li. Todos falam super bem da história e que ela é emocionante. Que mexe com o leitor do começo ao fim. Amo romances e esse parece bem intenso.
    Vou tentar encaixar esse livro nas minhas próximas leituras.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Acho que você definiu perfeitamente esse livro : DESTRUIDOR !!!!
    Eu fiquei arrasada depois da leitura,ele é lindo ,emocionante e toca tão fundo na gente,mesmo com a narrativa simples e sem reviravoltas como você especificou na resenha.. nem tenho o que falar dessa história,quero ler de novo, e de novo....

    Muita emoção...

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Apesar de sua resenha estar super recomendando o livro e de eu ter certeza de que ele tem uma linda história (pq minha parceria de Blog lru e praticamente me contou todo ele pois estava de DPL), ainda assim, confesso que ele não me atrai...por isso, deixo a indicação passar.

    Mas, Quan sabe um dia, quando eu esquecer tudo que me foi cobrado? Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Uau! Sua resenha é que foi destruidora, flor! Eu sabia sobre esse livro, até li resenhas sobre ele, mas nenhuma realmente me atraiu como a sua. Eu não sou fã de romances entre professor e aluna. Acho esse um dos clichês que menos me encantam. Mas como ignorar a mensagem desse livro? "Ame. Ame muito." Ah, quero... quero conhecer esse casal e vou me permitir me envolver com ele. :)

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi amada!!! Sou muito fãs desses livros destruidores que nos tiram do eixo!!! Por mais resenhas como a sua! Amei, com certeza vou procurar para ler! Beijos

    ResponderExcluir

 
A. Libri © Copyright 2017 ♥ Ilustração by Vexels.com ♥ Design by Kris Monneska.