Resenha: Obsidiana, Jennifer L. Armentrout

Título: Obsidiana
Título Original: Obsidian
Autora: Jennifer L. Armentrout
Editora: Editora Valentina
Páginas: 320
Começar de novo é uma porcaria. Quando nos mudamos para West Virginia antes do último ano de curso, eu tinha me resignado ao sotaque engraçado, ter conexão de internet ruim e me cansar da vida monótona como uma ostra... Até que eu vi meu vizinho sexy, tão alto e com esses impressionantes olhos verdes. As coisas pareciam estar melhorando. E então ele abriu a boca. Daemon é insuportável e arrogante. Nós não nos damos bem. Nada, nada bem mesmo. Mas quando um estranho me atacou e Daemon congelou o tempo, literalmente, com um movimento de sua mão... Bem, algo aconteceu... Inesperado. O sexy alienígena que vive do outro lado da rua. Sim, você ouviu direito. Alien. Acontece que Daemon e sua irmã têm uma galáxia cheia de inimigos que querem roubar suas habilidades, e o toque de Daemon fez com que eu parecesse um daqueles sinais luminosos em Las Vegas. A única maneira de sair dessa viva é ficar colada a Daemon até que minha "luz" extraterrestre se apague. Isso se eu não matar a Daemon antes, claro.



Nunca pensei que leria um livro sobre aliens. Tenho medo. Filmes? Nem pensar! Sabe o ET? Não consigo nem olhar para ele!

Mas quando vi todo mundo falando tão bem sobre Obsidiana, eu decidi que precisava lê-lo, mesmo com o medo que tenho de aliens. 
Não me arrependi.

Obsidiana conta a história de Kat, uma garota que acabou de se mudar da Flórida para West Virginia, para começar uma vida nova. Alguns anos antes ela perdeu o pai, e a mãe acredita que elas precisam desse recomeço.

Ela não fica muito feliz com a mudança, afinal, ser a garota nova não é muito legal, e deixar toda a "segurança" que tinha na Flórida não é nada fácil, sem contar a ausência da sua mãe, que vive em função do trabalho.
Logo que chega na cidade nova, ela descobre que tem vizinhos aproximadamente da mesma idade que ela.
Só que ela não esperava se deparar com um vizinho que mais parecia um deus grego, mas quando ele abre a boca, ela percebe logo de cara que ele é um completo babaca.
Daemon não mede esforços para ser desagradável, ao contrario de sua irmã gêmea, Dee, que é tão doce quanto Daemon é azedo.

Kat não entende a aversão que Daemon sente por ela, e nem o motivo dele não aprovar sua amizade com Dee.

Quando coisas estranhas começam acontecer, Kat desconfia que seus vizinhos não são adolescentes normais, mas quando ela está prestes a ser atropelada por um caminhão, Daemon arrisca tudo ao se expor para salvá-la.

Na própria sinopse já diz o que ele é, um alien, e quando usa seu poder para salvar Kat, ele deixa um rastro de luz nela, o que é perigoso, pois a luz que esse rastro emite, pode atrair os Arum, aliens malignos que querem roubar os poderes dos Luxen (espécie de Daemon e Dee).


Obsidiana tem um ritmo eletrizante, entre as brigas do Daemon e da Kat, e várias aventuras, é quase impossível parar de ler, já que tem sempre alguma coisa acontecendo.

A Kat foi uma personagem que adorei, ela tem seus mimimis, mas é corajosa, não leva desaforo pra casa, e tem um blog literário! Me identifiquei, rs!
O Daemon ainda não decidi se o amo ou odeio, ele é arrogante, debochado, lindo e protege a irmã com a vida se for necessário.
A Dee é uma graça, super amiga, cheia de vida. aquele tipo de pessoa que faz bem a qualquer pessoa que conviva com ela.

Não fiquei com medo dos aliens, os Arum me deixaram com um leve receio apenas, e os Luxen são lindos quando assumem sua forma natural.

Como a linha entre o amor e o ódio é bem tênue, passei o livro todo esperando pelo menos um beijo entre Daemon e Kat, que vocês terão que ler o livro para saber se aconteceu!

O livro é narrado em primeira pessoa pela Kat, e a narrativa é mega fluída e super divertida em vários momentos, com uma linguagem bem adolescente, digamos assim. Eu gostei, deixou a leitura super leve.

Um livro muito bom, com tudo na medida certa, batalhas bem detalhadas e um final que quase me fez arrancar os cabelos porque preciso urgente do próximo livro.
Valentina, ajuda aí!

12 comentários:

  1. Olá! Comprei esse livro, mas ainda não li. O que é uma pena porque logo teremos a continuação. ¬¬
    Adoro esse tema, alienígenas na terra, relacionamento amoroso com o cara de outro planeta, conflitos, etc. Sua resenha só me instigou mais!
    Quero ler logo!
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  2. Oie.
    Conheço várias pessoas que leem e gostam deste livro, mas simplesmente só lendo as resenhas ele ainda não conseguiu me conquistar =[
    A resenha ficou ótima.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. O único alien que tive contato na literatura até hoje foi o Ford, de O guia do mochileiro das galáxias, mas gostei desse ai, metido a galã rsrs Me pareceu um livro bem bacana, talvez um dia eu leia. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Angélica.
    Eu tmb tinha medo de aliens. Nem dormia quando via um filme ou matéria sobre eles kkkk Mas eu perdi o medo quando li a série Os Legados de Lorien e hoje até me interesso um pouquinho sobre o tema.
    Esse livro não consegue chamar muito minha atenção. As vezes tem coisas que me agradam nele, mas outras nem tanto, então fico um pouco indecisa. Talvez eu mude de ideia, pois sua resenha ficou muito boa. Vou pensar.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Falaram muito desse livro pra mim, mas preciso confessar que o enredo não me atraiu nem um pouco. Não sei, acho que a história que a autora tá tentando vender não me convence.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  6. olha, eu AMO aliens. *--* vejo filme, série, leio livro, revista de ufologia, tudo que for referente a eles... mas ROMANCE com alien? nops...
    já tinha ouvido falar do livro mas nunca rolou interesse de minha parte pra ler... prefiro a visão de ets que eu tenho sem amor e afins...

    ResponderExcluir
  7. Quando eu consigo me conectar com os personagens eu me sinto tão feliz, fico realmente ansiosa e animada. E eu me conectei com a Katy, com a Dee e até mesmo com o Daemon. Obsidiana foi um primeiro livro muito interessante , cumpriu o prometido e foi um delicioso tempo que passei junto do livro enquanto lia.
    Já estou morrendo pra ter na estante o próximo!!!

    ResponderExcluir
  8. Acredita que eu já vi este livro diversas vezes, mas nunca parei para ver sobre o que era, pois a capa não havia despertado minha atenção. Nem mesmo a sinopse eu tinha me dado ao trabalho de ler.

    Então só posso te agradecer por uma resenha tão bem escrita, pois agora consigo visualizar o potencial da obra e acredito que possa ser envolvida pelas páginas :D

    ResponderExcluir
  9. É a primeira resenha que leio sobre Obsidiana. O enredo, por alguma razão, me fez lembrar Crepúsculo. Parece um bom livro para adolescentes, cheio de mistério, aventuras e tudo que atrai o público.

    ResponderExcluir
  10. SEMPRE achei que esse livro fosse sobre vampiros haha por isso nunca tentei! Mas saber que são aliens, me deixa feliz. Aparentemente é meio clichê, mas eu daria uma chance pra leitura.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bem? Não sabia que o livro era sobre aliens, ou não tinha me ligado sobre isso kkk, mas eu não tenho vontade/curiosidade de ler algo dentro desse tema, então vou deixar a dica passar. Quem sabe mais pra frente?

    ResponderExcluir
  12. Esse livro me encantou só pela capa. Eu nunca li um livro de aliens e esse parece ser bem cativante. Desejo ter um exemplar dessa livro na minha estante já.
    beijos
    http://estudiodecriacaoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.