Resenha: O Leão Ferido, Mia Sheridan

Título: O Leão Ferido
Título Original: Leo's Chance
Autora: Mia Sheridan
Editora: Editora Arqueiro
Páginas: 240

Cotém spoilers de O Coração do Leão
Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Leão e fala sobre as segundas chances que a vida nos dá.
Leo se apaixonou por Evie quando os dois ainda eram crianças, no lar adotivo temporário em que viviam. No futuro difícil que parecia guardado para ele, a única certeza de seu coração era que nada jamais o afastaria daquela garota.
Mas, na adolescência, ele foi adotado e teve que se mudar para outra cidade. Durante oito anos eles ficaram afastados contra a vontade e, nesse tempo, Leo precisou superar muitos obstáculos – sobretudo os problemas criados pela mãe adotiva – para se tornar o homem que merecesse Evie e pudesse finalmente buscá-la.
O reencontro, porém, não foi fácil e Leo teve que se esforçar para se reaproximar de Evie, reconquistar seu amor e, com sua ajuda, deixar para trás toda a tristeza de uma infância de abandono.
Em O Coração do Leão, Evie narrou seu lado desse romance. Agora, em O Leão Ferido, é a vez de Leo contar tudo o que lhe aconteceu e revelar o desfecho dessa história de amor.


O Leão Ferido trás a mesma história de O Coração do Leão (resenha AQUI), mas contada sob o ponto de vista do Leo.

Leo nos conta como foi reencontrar Evie depois de tanto tempo e os motivos de não ter voltado.
No primeiro livro ele conta o que aconteceu e conhecemos a história junto com a Evie, mas dessa vez mergulhamos de cabeça no Leo, conhecemos seus medos e frustrações e um cara incrível, que já levou muita porrada da vida.
Apesar de tudo o que passou, Leo não perdeu sua essência, no fundo é o mesmo garoto de 8 anos atrás e seu amor por Evie Continua inabalável, como sempre foi, desde que se conheceram.

A infância dos dois a gente conhece no primeiro livro, como viveram em lares adotivos, se conheceram, se apoiaram nesses momentos, aqui o Leo trás lembranças à partir de quando foi para San Diego, e também flashs de vários momentos em que esteve no hospital.


O Leo ter escondido a verdade da Evie não foi correto, porém ele nos conta seus motivos, a vergonha que sentia por ser quem era, mesmo que a culpa pelo que ocorreu não fosse dele, e o medo que sentiu de ser rejeitado sem nem ao menos se explicar.
Evie é sua melhor amiga, seu amor, sua chance de redenção.

Este livro está tão lindo quanto o primeiro, gostei muito de conhecer o ponto de vista do Leo.

A escrita da Mia é uma delicia, super fluída, as cenas de sexo são bem colocadas.

A narrativa é em primeira pessoa sob o ponto de vista do Leo, e como eu já disse, mergulhamos de cabeça nele, e é incrível, pois o Leo é apaixonante e lindo!


O risco de parecer idiota é muito melhor que viver com o arrependimento de nunca ter tentado.

1 comentários:

  1. Oi, tudo bom?! Conheci seu cantinho hoje e gostei bastante. Já estou seguindo pra ficar de olho nas postagens ;)
    Os personagens parecem ser bem construídos e a narrativa da autora parece passar uma leitura uma super fluída! Adorei a resenha e estou bem curioso para ler os livros dessa série.
    Abraços do Dan :D
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir

Google+ Followers

Tecnologia do Blogger.