Resenha: Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática, Thalita Rebouças

22 setembro 2016



Título: Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática
Autora: Thalita Rebouças
Editora: Editora Arqueiro
Páginas: 272
Livro cedido pela editora
Compre: Amazon | Saraiva
Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.
O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor.

A vida de Tetê está passando por uma série de mudança. Casa, escola.

Na escola antiga, ela sofria bullying, por causa do seu jeito, por não atender os padrões que a sociedade impõe.
Ela está om medo por tudo o que virá na escola nova, e logo no primeiro dia ela vê que finalmente as coisas podem ser melhores. Faz dois amigos, Davi e Zeca, além de Erick, o garoto mais popular da escola e por quem ela passa a ter uma quedinha, apesar de ter jurado não se apaixonar novamente depois de uma decepção amorosa.
O problema é que Erick namora Valentina, uma megerinha que tem todos na palma da mão e que vai infernizar a vida de Tetê.

É claro que tem muito mais que isso, mas se eu falar vou dar spoiler.

Falar sobre bullying não é fácil, e gostei da forma que a Thalita abordou o assunto, de uma forma leve.
Tetê se transforma durante a história, graças ao poder da aceitação e também da amizade.
Ela era péssima ao lidar com as pessoas, não gostava de se cuidar (tipo até tomar banho ela não curtia), vai passando por pequenas mudanças até que finalmente fica bem consigo mesma.

A narradora dessa divertida história é a própria Tetê, e a leitura flui super bem e nos remete ao tempo em que nós vivemos tudo isso. Não só o bullying, pois nem todos passam por isso, mas pela fase de descobertas, fazer amigos, os primeiros amores.

Não é o tipo de leitura a que estou habituada, mas gostei bastante, e a diagramação dele está linda! Com vários detalhes, receitas já que a Tetê ama cozinhar!






Comente com o Facebook:

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
A. Libri © Copyright 2017 ♥ Ilustração by Vexels.com ♥ Design by Kris Monneska.